• Mapa
  • Televendas (11) 3038-1551

Sala de Imprensa

Intercâmbio voluntário dá destaque ao currículo

Data: 07/08/2015
Fonte: Mais Bahia

Trabalhar para não receber nada em troca, para muitos isso pode parecer loucura, mas é justamente o que muitos jovens andam fazendo nos chamados intercâmbios sociais. Satisfação e crescimento pessoal são as justificativas mais usadas pelos que já foram voluntários. Quem faz o intercâmbio social além de melhorar o currículo é bem visto pelas empresas.

A intercambista e administradora Isabella Cino, de 24 anos, escolheu o Nepal na Ásia como destino. O intercâmbio tem duração de duas semanas e ela faz trabalho voluntário com crianças. “Sem dúvida é uma experiência incrível. Sempre viajei muito, já morei fora do país, mas fazer trabalhos sociais é a primeira vez. Poder vivenciar a realidade e cultura de outro país, e ainda poder ajudar de alguma forma é inspirador, estou aprendendo bastante”, informa.

De acordo com o STB – Student Travel Bureau as áreas de atuação podem estar relacionadas à saúde da mulher, comunidades e crianças carentes, trato de animais abandonados, alfabetização e preservação de espécies ameaçadas, entre outras. Não é necessária experiência anterior.

A duração do intercâmbio também é diferente: como se vai trabalhar fora, há um limite de tempo, de três meses, permitido com o visto de turista. Os programas costumam durar de seis a oito semanas.

Na maior parte dos programas, o voluntário fica alojado na própria instituição ou em casas comuns com outros voluntários. Os pré-requisitos variam de acordo com agência, mas o principal é ter no mínimo 16 anos e conhecimento básico de inglês ou língua nativa do país de destino.

De acordo com o gestor do STB, João Neto, entre os benefícios do trabalho voluntário no exterior está a valorização do currículo. “A experiência é bem vista por empregadores por demonstrar características como autonomia, proatividade e interesse social. Nas seleções para universidades estrangeiras, onde o que se busca em meio a muitos bons alunos é um diferencial, o intercâmbio também conta pontos”, informa.

Os custos também variam de acordo com o destino e duração do programa. “Os valores dos programas variam de acordo com o tipo de projeto, duração, localização e organização. Um programa na África para cuidar de crianças da You2Africa, chamado Teach Kids on the Beach para 6 semanas custa em torno: ZAR 32.729,00 que é aproximadamente $ 2.785 (O dólar varia de acordo com a cotação), e inclui acomodação, duas refeições, transfer e doação para o projeto”, explica João Neto.

Os programas voltados para cuidar de crianças carentes e os locais como África do Sul, Ásia, Índia e Nepal são os mais procurados.

Voltar

Siga-nos

;
FALE AGORA COM A GENTE!
Maximizar aba
FALE AGORA COM A GENTE! Minimizar aba

O Atendimento Online do STB está disponível de segunda à sexta, das 9h às 19h e aos sábados das 10h00 às 13h00

Se preferir, clique aqui para enviar uma mensagem para nós e receba informações detalhadas sobre nossos produtos.