• Mapa
  • Televendas (11) 3038-1551

Sala de Imprensa

Universitários estrangeiros são atendentes comuns na Disney

Data: 13/08/2011
Fonte: Folha Online - SP

Pelos parques e hotéis na Walt Disney World, em Orlando (Flórida, EUA), é notável a variedade de nacionalidades dos funcionários. Boa parte deles, na verdade, são jovens universitários que trabalham nos parques por um período curto, que geralmente varia entre três e seis meses.

Uma brasileira que trabalhou no início do ano na lanchonete Pecos Bill´s, no centro do parque Magic Kingdom --e não quis se identificar--, conta que, para chegar lá, passou por um processo seletivo na Student Travel Bureau (STB).

Houve primeiro uma palestra em maio de 2010, então uma entrevista com representante da STB. É quando corta-se quem não sabe bem inglês e destaca-se quem está no meio da faculdade, para obter mais garantias de que não migrarão para os EUA. Ainda no Brasil, há também uma entrevista com um representante da Disney.

A praxe é informar o setor de trabalho (alimentação ou brinquedo), mas não o lugar. Não é informado, por exemplo, em qual parque ou hotel será feito o trabalho.

Outra brasileira, Natália, que trabalhou em uma loja de hotel, conta que é "tranquilo", por serem apenas 30 horas de trabalho por semana. E há ainda a oportunidade de passear em todos os parques.

É comum encontrar brasileiros ao ser atendido. Na lanchonete Pecos Bill´s, houve uma especial concentração no início do ano, com cerca de 14 brasileiros, de norte a sul do país, de um total de quase 50 funcionários em todos os turnos.

Cerca de 800 brasileiros trabalharam na Disney Flórida nessa época, contou a argentina Lucia Romero Rosso, que esteve em contato com muitos deles e trabalhava em uma loja de artigos de Natal (mesmo fora de época), no parque Magic Kingdom.

O número de argentinos é muito menor, cerca de 48, disse ela, com uma pontinha de inveja. A grande maioria dos argentinos lá é de Buenos Aires --mas Rosso afirmou ser a única representante da cidade de Mendoza.

E não só do lado do balcão eram encontrados brasileiros, mas do lado de fora também: é extremamente comum encontrar turistas brasileiros, em cada canto (a Disney não forneceu números de brasileiros turistas ou trabalhadores).

Voltar

Siga-nos

;
FALE AGORA COM A GENTE!
Maximizar aba
FALE AGORA COM A GENTE! Minimizar aba

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento: