• Mapa
  • Televendas (11) 3038-1551

Tudo sobre Intercâmbio

Série Minha Experiência High School | Inglaterra

Publicado em: 26/04/2016


26/04/2016

 

No segundo semestre de 2015 eu embarquei em uma jornada para vida. Deixei minha zona de conforto para trás e me joguei mundo afora, sozinha. Passei quatro meses em Oxford, na Inglaterra. Assim como muitos preveem, meu primeiro mês foi quase impossível de superar. Para mim, que sou uma pessoa muito apegada à minha família, amigos, casa, escola e afins, foi bem difícil simplesmente deixar para trás e começar uma nova vida. Mas de novo, como muitos sabem, depois do primeiro mês, a dor foi sendo amenizada, de pouquinho em pouquinho, até que no 3º mês ela estava camuflada.

 

O esquema lá funcionava assim: todos os dias eu tinha aula até 16:30, menos às quartas feiras que acabava as 12:15. Depois da escola, éramos obrigados a fazer as atividades denominadas "CAS" - em que C significa criatividade, A significa ação e S, serviço. Durante a semana, o estudante era obrigado a fazer três horas dessas atividades, sendo no mínimo duas diferentes. Então, depois da aula, fazíamos alguma atividade do CAS, no meu caso, por exemplo, eu fazia parte do grupo de direitos humanos às segundas-feiras. E após, tínhamos o jantar das 18:15 às 19:30.

 

Eu me considerava uma pessoa livre lá. Podíamos ir aonde quiséssemos após o horário de aula desde que estivéssemos em casa às 23h. Ao lado da minha escolar, havia um centrinho com supermercado, correio, farmácia, lojinhas e alguns restaurantes e cafés. E o centro da cidade de Oxford, que chamavam de “city center”, era um pouco mais afastado, contudo mesmo assim não era longe, mais ou menos 5 minutos de ônibus. Portanto a tarde, nos fins de semana ou quando tínhamos um tempo livre, íamos para esse centrinho chamado “summertown” ou para o centro de Oxford mesmo.

 

Sobre a escola em si, eu amei. É uma escola linda por dentro e por fora. Por fora tem uma cara meio antiga como muitas casas de Oxford por ter algumas paredes de tijolo. Porém, por dentro é bem moderna com lousas digitais e computadores.

 

Em relação às acomodações, são casas que abrigam entre 14 e 28 pessoas, dependendo da casa. Essas estão localizadas pelas ruas que circulam a escola. Algumas casas são mais pertos do centro da escola onde eu tinha aula e outras mais longe. E mesmo assim, a distância dessas mais longe não era muito grande, no máximo 10 minutos andando. A primeira casa que fiquei era em cima do refeitório e moravam lá 28 meninas. Era uma casa antiga, então haviam 4 banheiros por andar (haviam 2 andares) e portanto os quartos não tinham banheiro. Os quartos eram divididos em duplas ou trios, no meu caso, trio. Após dois meses eu e as meninas da minha série nos mudamos para outra casa por ordem da escola. Essa outra casa era um pouco mais distante contudo mais moderna. Os quartos eram suítes e somente de dupla. Apesar de serem menores, eram mais aconchegantes.

 

Concluindo, foi uma experiência incrível! Uma experiência que, se pudesse, faria de novo. Uma experiência que com certeza eu recomendo. Conheci pessoas do mundo todo e fiquei amiga de pessoas que sinto muita falta hoje. Obviamente, no começo tive aquele frio na barriga, aquela dor de separação mas tudo isso é recompensado com os aprendizados durante o intercâmbio de High School na Inglaterra.

 

Maria Vitória Lins
Estudante do Programa High School Inglaterra - 2015
* Imagem de ilustração não representa a autora do depoimento.

Voltar

Siga-nos

;
FALE AGORA COM A GENTE!
Maximizar aba
FALE AGORA COM A GENTE! Minimizar aba

O Atendimento Online do STB está disponível de segunda à sexta, das 9h às 19h e aos sábados das 10h00 às 13h00

Se preferir, clique aqui para enviar uma mensagem para nós e receba informações detalhadas sobre nossos produtos.