Tudo sobre Intercâmbio

Saiba onde você pode estudar e trabalhar legalmente

Publicado em: 10/08/2015


A ideia de trabalhar enquanto estuda no período de intercâmbio agrada muitos estudantes, e não é por menos! O trabalho, além de uma ótima forma de treinar o idioma, aumentar o círculo de amizade e dar um upgrade no currículo, ainda pode ser uma saída para quem tem a grana curta e quer economizar.


Mas nem todos os países autorizam a prática e isso pode ser fator decisivo na escolha do destino. Se você está pensando em botar em prática o estudo e o trabalho “numa tacada só”, veja em quais pontos do mapa mundi seu dardo deve acertar!


Irlanda
O país europeu é muito conhecido por permitir que estrangeiros exerçam atividades remuneradas enquanto estudam. Para isso, os estudantes devem seguir algumas regras, como ter passaporte válido, seguro-viagem, passagens de ida e de volta, comprovar que possui pelo menos EUR 3.000,00 na conta e estar matriculado em um curso de, no mínimo, 25 semanas. Durante o período de aulas, o estudante poderá trabalhar durante 20 horas semanais, e durante o período de férias, em tempo integral.

Vantagens: o país é um dos mais flexíveis no quesito trabalho combinado com estudo, e relativamente barato em comparação com outros países.
 


Austrália
Outro país que contrata estudantes estrangeiros é a Austrália. Para isso, o estudante deve se matricular em um curso a partir de 14 semanas e solicitar a permissão de trabalho no momento de aprovação do visto. Deve-se preencher um formulário, apresentar um passaporte válido, pagar uma taxa, fazer exames médicos e apresentar comprovante escolar, extratos bancários e holerites que comprovem renda de R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00 para cada mês de permanência no país. O país permite que o aluno trabalhe 20 horas semanais durante as aulas e 40 horas semanais no período de férias.

Vantagens: o clima – parecido com o do Brasil – e a excelente qualidade de vida podem ser pontos a favor da adaptação. 
 


Nova Zelândia
As empresas neozelandesas também contratam estudantes estrangeiros.  Mas é preciso cumprir as exigências que são: matrícula em curso a partir de 14 semanas em escola reconhecida pelo governo, pagamento integral do valor do curso, garantia de acomodação, passagens aéreas de ida e de volta, comprovação de renda entre R$ 2.500,00 e R$ 3.000,00 por mês de permanência e alguns exames médicos.

Vantagens: a qualidade de ensino e a segurança que o país oferece atraem muitos estrangeiros.

 

Canadá
Os brasileiros que escolherem o Canadá podem participar do programa Study & Work. No período de seis meses de programa, os três primeiros meses são focados nos estudos e os outros três meses restantes podem ser aproveitados em um estágio – remunerado ou não – para praticar o idioma. Há um visto específico para este tipo de programa.

Vantagens: o país recebe muito bem os estrangeiros e oferece segurança e qualidade de ensino. Outro ponto bacana é a possibilidade de treinar não só o inglês como arriscar também o francês dependendo da região do país que estiver.


Opções dadas, agora é hora de escolher o curso e já arriscar algumas frases para impressionar os entrevistadores!

Voltar

Siga-nos

COMPRE ONLINE
Maximizar aba
COMPRE ONLINE Minimizar aba

O Atendimento Online do STB está disponível de segunda à sexta, das 9h às 19h e aos sábados das 10h00 às 13h00, exceto feriados nacionais ou feriados do estado de São Paulo.


Se preferir, clique aqui para enviar uma mensagem para nós e receba informações detalhadas sobre nossos produtos.

STB - Student Travel Bureau