• Mapa
  • Televendas (11) 3038-1551

Tudo sobre Intercâmbio

Verão na Europa é tempo de festivais

Publicado em: 27/06/2016


Começar um curso no exterior no verão tem uma série de vantagens. Poder explorar a cidade até tarde, em dias que o sol se põe depois das 21h, passear com os novos colegas e, claro, aproveitar todas as atrações que a estação mais quente e vibrante do ano oferece, colocando o idioma em prática. E além de poder aproveitar os horários estendidos de museus, centros culturais, cinemas, bares e restaurantes, há centenas de festivais culturais e musicais acontecendo em diversos países.

 

Quem curte shows das maiores bandas e DJ´s do mundo, ou conhecer as tradições históricas e culturais dos países em que está não terá problemas para escolher o que fazer!  Grande parte destes eventos acontece entre junho e julho, mas se você vai embarcar em agosto e setembro, não se preocupe: os últimos meses do verão também são agitados por lá! Veja o que rola em alguns países onde o STB oferece vários dos seus cursos no Velho Continente, and be happy in summer!

 

Alemanha

 

Berlim é uma cidade super intensa no verão  e quem está estudando alemão  por lá – nas escolas Eurocentres, DID e German Language School, que o STB representa no Brasil – pode curtir muito! Nesta época, as margens do Rio Spree, que cruza a cidade, viram praias onde muita gente toma sol e faz piqueniques, além de receber bares que duram apenas uma estação. 

 

Para quem é fã de música, a cidade receberá pela segunda vez o festival norte-americano Lollapalooza, entre os dias 10 e 11. O Lolla também tem também edições no Brasil, na Argentina e no Chile. Os shows de bandas como o Radiohead e Kings of Leon prometem arrastar multidões ao Treptower Park, um das mais belas áreas verdes da capital alemã. Os ingressos já estão à venda e podem ser comprados online.

 

 

Para quem quer aproveitar um final de semana para conhecer a bela Budapeste, que fica a 3h30 de avião de Berlim, poderá também curtir um dos festivais mais longos e divertidos da Europa, num cenário incrível. O Sziget Festival (Festival da Ilha, em húngaro) acontece na ilha Óbudai, pedaço de terra de 108 hectares no meio do Rio Danúbio. É ali que a mágica acontece: de 10 a 17 de agosto – sim, uma semana! – nomes como Muse, Chemical Brothers, David Guetta, Die Antwoord, M83, Rihanna e Sia sobem aos diversos palcos do festival. Guarde energia desde já!

 

Espanha

 

Se você está planejando uma temporada de estudos nas instituições Eurocentres ou Enforex na ensolarada – e muy, my festiva! – Barcelona, que tal embarcar no verão para aproveitar dias longos e cheios de atividades para todos os gostos? Nesta época as ruas são tomadas por turistas, estudantes e moradores loucos para fazer esportes ao ar livre, participar de shows e exposições gratuitos, comer e beber nos muitos bares com mesinhas na calçada (tipicamente barceloneses) e ir às festas tradicionais e festivais que acontecem na cidade e na região nesta época do ano.

Na praiana e animada Benicàssim, a 265 quilômetros de Barcelona acontece em agosto o Festival Internacional de Benicàssim (Fib), que reúne jovens – e outros nem tanto assim – para ouvir rock, house, pop e hip hop durante quatro dias. Cada palco tem uma programação diferente e, como vários dos “big gigs” desta época, conta com uma área para camping, para quem quer aproveitar cada segundo do festival. No line-up, bandas como Portishead, Blur, The Prodigy e a espanhola Los Planetas.

 

 

Para quem quiser fugir da capital catalana e aproveitar para conhecer as regiões de Valência, vizinha à Catalunha, e Navarra, mais ao Norte do país, a pedida é aproveitar as festas da Tomatina e San Fermin. A primeira é aquela famosa celebração que em que as ruas da cidade de Buyol viram verdadeiros rios de molho, com uma multidão das mais festeiras fazendo guerra de tomates no meio disso tudo. A Tomatina acontece neste ano nos dias 29, 30 e 31 e tem várias regrinhas para manter a segurança dos participantes, como proibir que sejam jogados tomates (que deve ser supermaduros) direto no rosto e o uso de bebidas alcóolicas na “zona de guerra”. Quem foi garante que é inesquecível.

 

 

Já o San Fermín (ou sanfermines, como dizem os navarrenhos) são festas que acontecem na cidade de Pamplona desde a era medieval, mas ficaram conhecidas em todo o mundo com o livro “O Sol também se Levanta”, do escritor norte-americano Ernest Hemingway.  O festival dura vários dias (neste ano começa no dia 6 e vai até 15 de julho) e dela fazem parte várias festinhas menores. Ela começa com o chupinazo, o lançamento de um foguete, às 12h em ponto, na Plaza del Ayuntamiento, centro de Pamplona.  Depois disso acontecem procissões e os encierros, que são as corridas de touros pelas ruas da cidade. A multidão corre de seis touros e seis novilhos a cada dia. Essa parte do festival é bem perigosa e recomenda-se o maior cuidado para evitar quedas no meio da imensa massa de pessoas que participa e assiste a esse espetáculo. 

 

 

Itália

 

Quem está estudando na Itália, principalmente na região norte (como os alunos do Istituto Marangoni, em Milão, que o STB representa aqui no Brasil) não pode perder a oportunidade de, além de se deslumbrar com todas as paisagens maravilhosas, gastronomia apaixonante e cultura riquíssima e diferente de região para região do país, conhecer dois dos mais tradicionais e lindos festivais desta região.  Na cidade toscana de Siena, 17 bairros da cidade (conhecidos como “contradas”) competem na Piazza del Campo, no centro da cidade, disputando o Palio di Siena (um belo estandarte feito por artistas locais). Dez cavalos e seus cavaleiros trajando roupas e equipamentos medievais dão 10 voltas em torno da praça, e aquele que chegar primeiro ganha. O clima da festa é de torcida, com fãs de cada bairro cantando hinos e outras músicas tradicionais.  Além disso, acontecem vários eventos paralelos ao evento, como festivais gastronômicos e musicais. O Palio acontece duas vezes por ano, no dia 2 de julho e no 16 de agosto, mas a festa na cidade começa sempre quatro dias antes, terminando com a corrida.

 

 

Já no começo de setembro acontece a bonita Regata Storica em Veneza, quando várias equipes de gondoleiros se enfrentam no Gran Canale, o maior canal da cidade, com barcos e gôndolas adornados como era costume na idade média. Há também um desfile de embarcações, também ocupadas por marinheiros vestidos como nos tempos antigos. A festa é de encher os olhos e termina com uma queima de fotos na Piazza de San Marco, coração da cidade. Neste ano a festa acontece no dia 7 de setembro, com milhares de pessoas acompanhando as embarcações coloridas no Mar Mediterrâneo e centenas de eventos paralelos fazendo a animação de venezianos e turistas. 

 

 

Reino Unido

 

Berço de algumas das mais importantes bandas e movimentos musicais da história, a Inglaterra é o país que tem maior fartura de festivais ao longo do ano. Isso sem falar de um sem fim de opções culturais para todos os gostos e bolsos, que os estudantes das várias escolas que o STB representa no Brasil não podem deixar de curtir. No verão, multidões seguem para o Glastonburry, que terminou no dia 26 de junho, e para os “festivais gêmeos” Leeds e Reading, que acontecem em duas cidades vizinhas, na Inglaterra. 

 

 

Os dois festivais trazem as mesmas bandas, têm mesmos organizadores e rolam entre os dias 28 a 30 de agosto. Como vários outros grandes eventos deste tipo no mundo todo, a infraestrutura é incrível, com diversos palcos para vários estilos de música, além de show de teatro e comédia, área para acampamento e diversas opções de alimentação. Neste ano, entre as atrações estão Metallica, The Libertines, Red Hot Chilli Peppers e Imagine Dragons. 

 

 

Voltar

Siga-nos

;
FALE AGORA COM A GENTE!
Maximizar aba
FALE AGORA COM A GENTE! Minimizar aba

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento: