INTERCÂMBIO EM SYDNEY

 

A cidade mais animada da Austrália é um dos destinos favoritos dos brasileiros, por conta do clima agradável, das belas praias e das muitas oportunidades de estudo e trabalho em um país de primeiro mundo. Seu intercâmbio em Sydney pode ser o começo de um grande projeto de vida, dentro ou fora do Brasil. O que você está esperando?

INFORMAÇÕES ÚTEIS

TELEFONE DE EMERGÊNCIA: 000

CÓDIGO DDI: 61

CÓDIGO DDD: 2

FUSO HORÁRIO: +13 horas em relação à Brasília, sem contar o horário de verão

TEMPERATURA: No verão, entre 15ºC e 28ºC. No inverno, entre       -5ºC e 10ºC

VOLTAGEM: 220V

MOEDA: Dólar Australiano

 

MELHOR ÉPOCA DO ANO PARA IR A SYDNEY

Sydney recebe turistas durante o ano inteiro e em todas as estações há inúmeras atividades e atrações. A melhor época para visitar Sydney é o fim do verão e o início do outono, principalmente entre março e abril, pois as temperaturas seguem amenas (entre 15°C a 25°C) e não chove tanto quanto nos meses anteriores. Além disso, os preços ficam mais em conta em relação ao ápice do verão.

Já o inverno em Sydney é frio, especialmente no mês de julho, com médias mínimas e máximas entre 7°C e 17°C. Se você pretende ir à praia, evite este período. 

O QUE FAZER EM SYDNEY

Há uma infinidade de coisas para fazer em Sydney, a principal metrópole da Austrália e capital do estado de New South Wales. Depois de sediar as Olímpiadas de 2000, a cidade entrou definitivamente na rota turística internacional e se desenvolveu muito.

Para ter uma noção exata do tamanho da cidade e o que ela representa, comece pela Sydney Tower Eye. Nela, você sobe a 250 metros de altura e encontra um deck com lojas, escritórios, restaurante giratório e um observatório de 360°.

Lá de cima você vai ver a Opera House, o principal cartão-postal. Porém, esta maravilhosa casa de eventos merece receber uma visitinha mais apropriada. Vale a pena conferir de perto!

Ao chegar lá, inclusive, você estará no Circular Quay, a região mais turística desta metrópole. Por ali, você pode conhecer o distrito histórico de The Rocks e atravessar a Harbour Bridge em direção ao outro lado da baía.

Um dos principais atrativos de Sydney é o litoral. Suas praias são muito famosas e atraem visitantes do mundo inteiro em busca de areia fofa, surfe e um bom bronzeado. Não deixe de reservar pelo menos uma tarde para curtir tudo isso em Bondi Beach durante seu intercâmbio em Sydney! 


 

TRANSPORTE PARA O SEU INTERCÂMBIO EM SYDNEY

A cidade possui meios de transporte terrestres e aquáticos. Para utilizá-los, você deve adquirir um Opal Card, cartão eletrônico recarregável que dá acesso aos principais meios de transporte público. O cartão possibilita ao usuário comprar passagens promocionais, como preço fixo para um dia ou uma semana e descontos para uso de trem fora do horário de pico. 

 

Os trens da Cityrail servem toda a região metropolitana. No site há informações sobre rotas, horários e preços. Acesse: 

 

A boa malha de ônibus oferece mais uma opção para explorar a cidade. Os veículos são modernos, confortáveis e podem ser pagos com os passes. Veja informações completas sobre as rotas no site.

 

É uma espécie de metrô que fica acima do nível das ruas. Ótimo para conhecer a cidade, pois passa por alguns pontos turísticos. Consulte rota e preços no site

 

 

Se for ao norte de Sydney, utilize o ferry boat para atravessar a baía – assim, você transforma o percurso em um passeio e vê a cidade de ângulos diferentes. Acesse o site para mais informações. 

 

ONDE COMER EM SYDNEY

 A vibe cool e atlética da cidade Sydney reflete também na gastronomia local, que normalmente apresenta pratos leves e saudáveis. Por isso, ao procurar onde comer em Sydney, você encontrará restaurantes de todos os tipos.

Nomad, em Surry Hills, por exemplo, é comandado pelo chef Nathan Sasi, que prefere não ter um cardápio fixo e experimenta métodos antigos: marinados, defumados e fermentados. Ele também faz os queijos ali mesmo.

Logo ao lado está o Longrain, onde o visitante senta em uma das longas mesas comunitárias e aprecia uma excelente comida oriental, mistura de sabores tailandeses e do sul da China. No bar, de quinta a domingo, DJs tocam soul, músicas africanas, latinas e muitas outras.

Em Newton, o restaurante vegetariano Lentil As Anything tem um conceito muito interessante: o estabelecimento não tem fins lucrativos e segue um modelo financeiro baseado na avaliação de quem o visita. Ou seja, o cliente paga o quanto achar que valeu a experiência.

Aos finais de semana, você pode optar por um brunch no Trio Cafe, em Bondi Beach, com uma vista panorâmica para o mar. Os pratos são inspirados nas culinárias mediterrânea e árabe.

Como sobremesa nunca pode faltar, que tal um sorvete? Em vários pontos da cidade, os do Gelato Messina são totalmente naturais, sem corantes, aromas artificiais ou conservantes.

 

ONDE FAZER COMPRAS EM SYDNEY

 Sydney não é o destino mais famoso para fazer compras, mas há locais bem interessantes para visitar – e adquirir algumas coisas – durante o seu intercâmbio. Um bom exemplo é a Glebe Markets, uma espécie de feirinha alternativa que ocorre todos os sábados e conta com novidades da moda e do design. Por lá, você pode comprar acessórios, bijuterias, artesanato e souvenires (fugindo do tradicional canguru de pelúcia). Há também barracas de comida e música ao vivo no período da tarde.

Outra boa opção para quem quer peças inovadoras é a 100 Squared. Localizada no coração da cidade, o espaço - como o próprio nome sugere – conta com 100 m² repletos de roupas e acessórios de estilistas e designers novos locais.

Já para quem gosta de moda de luxo, a Cara & Co é o lugar ideal. São mais de 40 marcas locais e internacionais, tanto de moda como de design, perfumaria, joias e até gadgets.

Gosta de chapéu? A Strand Hatters, também no centro, é especialista no assunto e está na ativa há mais de 50 anos. Tem todos os tipos deste item essencial que protege o sol forte de Sydney: fedoras, sombreiros, panamás e um grande estoque da Akubras, marca australiana icônica. Para além das abas, dê uma olhada também nas gravatas, suspensórios e bengalas. Tudo bem old school, mas de muito bom gosto.

  

O QUE FAZER À NOITE EM SYDNEY

 Os australianos são conhecidos por serem animados e festeiros. Não é por acaso que há uma grande variedade de baladas em Sydney, de diferentes estilos musicais, gostos e bolsos. Curtir a noite da cidade é essencial – e uma experiência tipicamente aussie.

Se a sua ideia for uma noite mais leve, mas com movimento, o Glenmore é o lugar ideal. Situado no bairro The Rocks, este pub tem uma cobertura com vista privilegiada para o Opera House. O ambiente do andar do meio é mais aconchegante, com mesas de sinuca e sofás para você relaxar e descontrair. Também no bairro The Rocks, a The Argyle fica em um edifício de 1820, criando um mix de arquitetura histórica com uma decoração ultramoderna.

Já em Darling Harbour fica a Home Nightclub, com excelente sistema de som e os melhores DJs locais estão sempre tocando na casa.

The Island é considerado o primeiro floating bar da Austrália, em Sydney Harbour. Para chegar, é necessário pegar water taxis. Os preços são elevados, claro, mas vale a pena separar um sábado de verão para ter uma experiência inesquecível como essa.

E, para quem quer um lugar com conceito único, a Ivy é a escolha certa. Eles mesmos se denominam “um sofisticado playground urbano para adultos”. O motivo: espalhados por seus diversos andares estão restaurantes, bares, lounges, baladas (incluindo uma franquia da Pacha) e um rooftop com direito à piscina!

 

COMO DAR GORJETA EM SYDNEY

A gorjeta aqui é opcional. Em bares e restaurantes, 10% de serviço é suficiente. Em táxis, você pode deixar o troco e, em hotéis, remunere serviços como camareiras e carregadores de malas com $ 1.

CURIOSIDADES SOBRE SYDNEY

Se você não entender alguma coisa do inglês australiano, não tenha vergonha de perguntar aos seus mates. Eles estão acostumados.

Sabe quando você estende a mão para o bartender em V de vitória, para sinalizar que você quer mais duas cervejas? Faça com a palma da mão para fora. Com a palma para dentro, o sinal é um gesto obsceno. O mesmo vale para fotos!

Quer seguir a rotina dos locais? Então acorde cedo, porque quem vive em Sydney já correu na praia, nadou e tomou café da manhã antes das 8h. Se você experimentar, vai descobrir o por quê...

Se você for convidado para um churrasco, pergunte se deve levar sua própria carne. O esquema "bring your own meat" é bem comum na Austrália. Informe-se sobre bebidas também.

Quando for à praia, fique atento a avisos de tubarão na areia e bandeiras vermelhas e amarelas no mar. Elas indicam quando é (e quando não é) seguro nadar por ali.

CUSTO DE VIDA EM SYDNEY


 

ENTRE EM CONTATO COM A GENTE:

Receba mais detalhes sobre esses programas ou conheça outras opções.

 

 

Siga-nos

COMPRE ONLINE
Maximizar aba
COMPRE ONLINE Minimizar aba

Preencha os campos abaixo para iniciar o atendimento:

STB - Student Travel Bureau