Estudo com Trabalho no Exterior

O programa de Estudo e Trabalho no exterior é dirigido a estudantes que têm interesse em adquirir experiência profissional internacional e aperfeiçoar o inglês também fora da sala de aula. Os trabalhos podem ou não ser remunerados e a carga horária permitida varia conforme o país de interesse.

O STB ainda oferece programas de estudo e trabalho em áreas específicas. Neles, o estudante fará um estágio (geralmente, não remunerado) na sua área de interesse. Vale lembrar que esses estágios não são em posições estratégicas das empresas e servem apenas para complementar o programa de estudo no exterior. Nesse caso, o estudante trabalhará em áreas operacionais de hotéis, restaurantes, bares e eventos, e sua posição poderá variar conforme seu nível de idioma.

Este programa é oferecido durante todo o ano, mas é importante saber que alguns países têm carga horária de trabalho diferenciada conforme a temporada.

Confira as regras de cada país e os programas oferecidos pelo STB. 

Programa de Estudo e Trabalho nos Estados Unidos

ESTUDE E TRABALHE NOS ESTADOS UNIDOS

Visto: F1 (estudante)

Regra para estudar e trabalhar nos EUA: este é um programa de estágio não remunerado que acontece após o curso de inglês nos Estados Unidos. Para poder estagiar, o aluno precisará ter visto de estudante e ter concluído com sucesso um dos cursos que são oferecidos pelo STB em parceria com escolas de idioma nos Estados Unidos. Além disso, é preciso ter cursado, pelo menos, quatro semanas de aula. Esse estágio deve acontecer durante o “grace period”, período de 60 dias nos quais o estudante pode permanecer nos EUA após o término do curso.

Remuneração: o programa de estágio nos Estados Unidos não é remunerado.

Duração | Período de trabalho: até 20 horas por semana.

Tipo de trabalho: estágio na área de interesse do estudante. A vaga será oferecida em posições de trabalho que não são estratégicas, servindo como complemento ao conhecimento do aluno.

Benefícios: enriquecimento profissional, oportunidade de viver em um país com um dos melhores índices de qualidade de vida do mundo e fazer cursos reconhecidos internacionalmente.

Quer estudar e trabalhar nos Estados Unidos?

 

Programa de Estudo e Trabalho no Canadá

ESTUDE E TRABALHE NO CANADÁ

Visto: estudante com permissão para trabalho

Regra para estudar e trabalhar no Canadá: para estudantes que farão um curso vocacional com duração a partir de 24 semanas, o visto com oportunidade de trabalhar é garantida. O STB oferece programas que combinam 12 semanas de curso com 12 semanas de estágio não remunerado ou remunerado, dependendo da área de estudo. Durante o período do curso vocacional, o estudante pode trabalhar 20 horas por semana e, durante o estágio, feito na segunda metade do programa, ele poderá trabalhar até 40 horas semanais. Para terminar o curso, as escolas oferecem duas semanas de feedback, e os estudantes deverão fazer trabalhos que aliem o curso à experiência profissional.

Remuneração: o salário mínimo por hora no Canadá varia de CAD 10.45 a CAD 11.25, dependendo do estado. Os estágios podem ser remunerados ou não, dependendo da área de estudo. Em British Columbia, província que está localizada na cidade de Vancouver, o estágio ou trabalho é obrigatoriamente remunerado.

Duração | Período de trabalho: os cursos vocacionais oferecidos pelo STB vão de 26 semanas a dois anos, com possibilidade de extensão do visto para até três anos nas instituições públicas do Canadá.

Tipo de trabalho: os primeiros empregos no Canadá são, normalmente, na área de serviços, e podem variar conforme o nível de inglês do estudante. Os estudantes terão a sua primeira oportunidade de trabalho em áreas de atendimento em restaurantes, cafés, bares e hotéis. Para aqueles que estejam fazendo um programa de diploma, certificado ou pós-graduação, o trabalho não é recomendado --embora seja autorizado--, pois o ideal é que o aluno se concentre em sua formação. Após o curso, o estudante terá oportunidade de buscar um trabalho na área em que recebeu a certificação, dependendo da sua qualificação.

Benefícios: enriquecimento profissional, oportunidade de viver em um país com um dos melhores índices de qualidade de vida do mundo e fazer cursos reconhecidos internacionalmente, possibilidade de extensão do visto, além da oportunidade de fazer um curso vocacional com trabalho.

Quer estudar e trabalhar no Canadá?

 

Programa de Estudo e Trabalho na Austrália

ESTUDE E TRABALHE NA AUSTRÁLIA

Visto: estudante

Regra para estudar e trabalhar na Austrália:  o país permite que o estudante trabalhe por 20 horas semanais durante o período de aulas e por 40 horas semanais durante as férias. A cada 12 semanas de estudo, o aluno pode usufruir até quatro semanas de férias, que podem ser usadas para viajar ou trabalhar. Com duração mínima de 13 semanas e carga horária a partir de 20 lições por semana, o programa é ideal para estudantes que farão cursos de inglês ou profissionalizante e para aqueles que já têm nível de idioma e buscam uma nova colocação ou aperfeiçoamento profissional.

Remuneração: o salário mínimo por hora na Austrália é de AUD 13,20, mas a remuneração dos estágios pode variar conforme a atividade profissional exercida. Em alguns casos, o estágio pode não ser remunerado, dependendo da área de estudo e do nível de inglês do estudante.

Duração | Período de trabalho: a partir de 13 semanas de curso de idioma ou profissionalizante, o estudante poderá trabalhar 20 horas por semana durante o período do curso e 40 horas por semana durante as férias --que somente é concedida àqueles que têm curso superior a 12 semanas.

Tipo de trabalho: os primeiros empregos na Austrália são, normalmente, na área de serviços, e podem variar conforme o nível de inglês do estudante. Os alunos terão a sua primeira oportunidade de trabalho em áreas de atendimento em restaurantes, cafés, bares e hotéis. Para os que estão fazendo programas de certificados, diplomas, graduação e pós-graduação, o trabalho poderá ser na área de estudo, porém não é garantida a remuneração.

Benefícios: enriquecimento profissional, oportunidade de viver em um país com um dos melhores índices de qualidade de vida do mundo e de fazer cursos reconhecidos internacionalmente, possibilidade de extensão do visto, além de unir um curso de idioma com trabalho.

Quer estudar e trabalhar na Austrália?

 

Programa de Estudo e Trabalho na Irlanda

ESTUDE E TRABALHE NA IRLANDA

Visto: não há necessidade, o visto pode ser solicitado ao chegar ao país. Para a obtenção da permissão de trabalho, é necessário apresentar toda a documentação exigida.

Regra para estudar e trabalhar na Irlanda: os estudantes têm a permissão para trabalhar quando inscritos em um curso de idiomas de, no mínimo, 15 horas semanais, com duração de, pelo menos, 25 semanas e em escolas registradas pelo governo irlandês. É possível trabalhar legalmente por até 40 horas semanais nos períodos de férias do país, já determinados pelo governo irlandês (junho a setembro e 15 de dezembro a 15 de janeiro), e 20 horas semanais durante o restante do ano. O curso Ano Acadêmico, com duração de 25 semanas, por exemplo, concede ao estudante mais dois meses de férias além do período de estudos, totalizando oito meses de visto. O estudante deve escolher o período de férias escolares que deseja antes do embarque, desde que considere que deve estudar no mínimo 12 semanas antes de poder usufruir das férias.  Essa regra deve ser seguida, pois nos documentos enviados à imigração constam as datas de início e término do curso e das férias especificadas. Todos os estudantes matriculados por 25 semanas ou mais devem fazer um exame oficial obrigatório ao final do curso e garantir que haja o mínimo de 85% de presença nas aulas. A frequência será registrada e o histórico de presença é encaminhado à imigração.

Remuneração: o salário mínimo por hora na Irlanda é de EUR 9,25, mas as remunerações dos estágios e trabalho podem variar conforme a atividade profissional exercida. Em alguns casos, o estágio pode não ser remunerado, dependendo da área de estudo e do nível de inglês do estudante. 

Duração | Período de trabalho: o programa tem duração de 25 semanas de estudo e mais dois meses de férias, que podem ser utilizadas também para o trabalho. Os estudantes podem trabalhar por 20 horas semanais em períodos considerados como baixa temporada. Durante o verão irlandês (junho a setembro) e no final do ano (15 de dezembro a 15 de janeiro), é possível trabalhar até 40 horas por semana.

Tipo de trabalho: os primeiros empregos na Irlanda são, normalmente, na área de serviços, podendo variar conforme o nível de inglês do aluno. Ou seja, os estudantes terão a sua primeira oportunidade de trabalho em áreas de atendimento em restaurantes, cafés, bares e hotéis. Em alguns casos, o estágio pode não ser remunerado, dependendo da área de estudo e do nível de inglês do aluno.

Benefícios: ganho profissional, morar em um dos países com melhor índice de qualidade de vida, fazer cursos reconhecidos internacionalmente, possibilidade de trabalho integral em alta temporada, oportunidade de fazer um curso de idioma com trabalho.

Quer estudar e trabalhar na Irlanda?

 

Programa de Estudo e Trabalho na Nova Zelândia

ESTUDE E TRABALHE NA NOVA ZELÂNDIA

Visto: estudante.  

Regra para estudar e trabalhar na Nova Zelândia: tem direito a trabalhar no país o aluno matriculado em um programa de estudo a partir de 14 semanas, ou em uma escola chancelada pela NZQA (New Zealand Qualificatons Authority) como de categoria 1, desde que o curso tenha, pelo menos, 20 horas de lições por semana.

Remuneração: o salário mínimo por hora na Nova Zelândia é de NZD 10,92, mas as remunerações dos estágios e trabalhos podem variar conforme a atividade profissional exercida. Em alguns casos, o estágio pode não ser remunerado, dependendo da área de estudo e do nível de inglês do estudante. 

Duração | Período de trabalho: a partir de 14 semanas de aulas de idioma ou profissionalizante, o estudante poderá trabalhar 20 horas por semana no período do curso e 40 horas por semana em seu período de férias – concedido apenas para aqueles que fazem cursos com mais de 12 semanas de duração.

Tipo de trabalho: os primeiros empregos na Nova Zelândia são, normalmente, na área de serviços, e podem variar conforme o nível de inglês do aluno. Ou seja, os estudantes terão a sua primeira oportunidade de trabalho em áreas de atendimento em restaurantes, cafés, bares e hotéis. Para os que estão fazendo programas de certificados, diplomas, graduação e pós-graduação, o trabalho poderá ser na área de estudo, mas a remuneração não é garantida.

Benefícios: ganho profissional, morar em um país com um dos melhores índices de qualidade de vida, fazer cursos reconhecidos internacionalmente, possibilidade de extensão do visto, oportunidade de fazer um curso de idioma com trabalho.

Quer estudar e trabalhar na Nova Zelândia?

 

Escolha já o seu curso e ganhe o mundo!

 

ENTRE EM CONTATO COM A GENTE:


____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


 

 

Siga-nos

COMPRE ONLINE
Maximizar aba
COMPRE ONLINE Minimizar aba

O Atendimento Online do STB está disponível de segunda à sexta, das 9h às 19h e aos sábados das 10h00 às 13h00


Se preferir, clique aqui para enviar uma mensagem para nós e receba informações detalhadas sobre nossos produtos.